Do Inglês Supply Chain Management também conhecido como gestão da cadeia de suprimentos, um sistema de organizações, pessoas, atividades, informações e recursos envolvidos nas atividades. O conceito de cadeia de suprimentos está ligado ao nascimento da logística como ciência administrativa, fato ocorrido por volta de 1950.

O principal objetivo da cadeia de suprimentos é planejar, administrar e controlar o fluxo de materiais desde a sua compra, industrialização e até chegar na mão do comprador do item eficientemente e de modo mais ágil possível. Tentando também juntamente reduzir custos ao longo desse processo, sempre com o foco no cliente: a qualidade é um fator principal.

O Objetivo organizacional  busca o melhor controle do estoque com o um todo, mostrando a qualidade dos itens e garantindo a integridade do produto em todos os passos inclusive em sua manufatura.

O processo de gerir toda essa estrutura com eficiência é a grande dificuldade das organizações e exige muito planejamento.

Não é apenas organizar o funcionamento dos processos previstos. Tem que também se manter sempre muito preparado para eventos não esperados, como mudanças do consumidor e até mesmo alterações climáticas, que poderão afetar em muito a sua empresa.

Anteriormente fizemos uma publicação sobre a análise SWOT que te ajuda a organizar os riscos organizacionais, tendo em vista eventos internos e externos, clique aqui e acompanhe mais. Análise SWOT

Administrar de maneira eficiente uma cadeia de suprimentos passa, necessariamente, por dois fatores básicos: Estratégia e controle.

A estratégia de preços e cálculos de custos de fornecimento e estoque também pode ser alterada de acordo com mudanças na fabricação dos produtos, pelos mais diversos motivos.

Um modelo de gestão de cadeia de suprimentos deve incluir maneiras de aumentar o rendimento de todas as etapas de logística, resultando na satisfação do cliente final. Essas etapas consistem em planejamento do equilíbrio entre oferta e previsão de demanda, relacionamento com fornecedores, fabricação, armazenagem, entrega, devolução do produto pelo cliente e serviço de atendimento ao cliente.

Planejar cuidadosamente todo o percurso dos recursos, desde a fonte de matérias-primas até o consumidor final. Isso compreende, entre outras coisas, negociar com fornecedores, providenciar o transporte, garantir o controle de qualidade, gerir o armazenamento, coordenar a distribuição.

5000388

Marketing