Os indicadores e metas SMART são uma ferramenta para definição de objetivos que amparam todas as fases do plano de negócio, do planejamento à  total aplicação. SMART é uma sigla para Specific, Measurable, Attainable, Relevant e Time Bound.

Cada uma das palavras representa uma etapa da técnica e todas são indispensáveis para o êxito da estratégia SMART.

S — Specifc (Específico).

A primeira regra da técnica SMART é que os objetivos devem ser específicos e claros, ou seja, eles não podem permitir qualquer tipo de interpretação. O ideal é que seu objetivo seja muito bem detalhado. Dessa forma, as chances de sucesso tornam-se exponencialmente maiores.

Para que o seu objetivo seja realmente específico, você deve seguir um raciocínio bastante detalhado. Em vez de estipular uma meta genérica, você deve estipular um plano completo e escalavel, com os seus recursos e com os seus funcionários.

M — Measurable (Mensurável).

Mendurável significa que pode ser medido ou seja no segundo passo do método SMART é o passo de que todo objetivo poder ser representado em números e gráficos. Por isso, no momento da definição do seu objetivo, analise se o mesmo poderá ser, representado de forma numérica, podendo apontar assim os possíveis resultados percentuais para a empresa, tanto positivos quando negativos

Um exemplo de um bom indicador ou meta mensurável pode ser manter o nível de satisfação dos clientes acima dos 75%.

A – Attainable (Atingível).

No terceiro passo das métricas SMAT está o Atingível que significa que, tudo que foi definido anteriormente, tem que ser possível de ser realizado e alcançado, não necessariamente ser muito fácil, mas difícil o bastante para ser alcançado, assim manterá as pessoas que irão executar o plano, motivadas a alcançar o objetivo.

Attainable, também é referenciado como a inicial de Agreed Upon realizado em comum acordo. Logo, é preciso lembrar que todo objetivo deve representar um consenso entre todos os envolvidos  e que todos estejam cientes das exigências e benefícios decorrentes dele.

R – Relevant (Relevante).

A sua meta deve ser relevante para você ou seja, o seu esforço será recompensado quando alcançar a meta. Caso o objetivo for empresarial, as metas podem ser desdobradas em cada pessoa da equipe, assim você consegue despertar o melhor potencial de cada um de maneira individual.

Uma meta que não gera efeito sobre o negócio fatalmente não será tratada como prioridade. Para criar uma meta relevante é importante olhar os principais números da empresa, como o faturamento, número de clientes e lucro. Assim, uma meta relevante terá impacto direto nesses indicadores.

T – Time Bound (Tempo Limite).

O T do SMART significa Time Bound ou em português livre: Tempo limite, também pode ser conhecido como Time Based. Ele se refere ao tempo limite para a resolução dos objetivos e métricas ou seja na definição de um prazo. Ao estipular um prazo para cada determinada situação se cria um senso de urgência, que é muito bom para toda a equipe pois evita a procrastinação de tarefas e atividades.

Definir metas inteligentes e realistas é um importante passo para o sucesso de qualquer empresa ou pessoa. Uma vez que elas atendem aos critérios SMART, delegue um conjunto específico de tarefas e atividades a cada pessoa para garantir que todos deem o melhor para atingir os objetivos. Lembre que é importante rever periodicamente seus objetivos e fazer ajustes, sempre que  necessário.

Beijaflor

www.nxfacil.com.br

Bruna Klaumann