Você já ouviu falar em ROI (Return on Investiment ou Retorno Sobre Investimento)? Se não ouviu já é mais do que hora de descobrir o que é, para que serve e aplicar essa importante métrica ao seu negócio!

O ROI é considerada uma das principais métricas para medir os resultados dos investimentos de uma organização, as empresas aplicam esse método para entender e mapear em quais projetos vale a pena investir.

Ou seja, se um projeto, aquisição, contratação ou qualquer outra ação não estiver contribuindo para o aumento de receita, redução de custos ou redução de riscos, logo não estará contribuindo para levar a empresa em direção a seu objetivo de geração e aumento do lucro.

Trocando em miúdos, a ação não está gerando retorno sobre investimento (ROI) para a empresa.

O ROI pode ser usado em praticamente todos os projetos de uma empresa: ações de marketing, aquisição de novas ferramentas, aumento da estrutura física da empresa, etc.

A ideia principal do cálculo do retorno sobre investimento é ajudar as organizações a mensurar o que faturam e o que investem para saber se estão perdendo ou realmente ganhando com as mudanças e projetos que aplicam dentro do negócio.

Sendo assim, fica bem mais simples tomar a decisão de manter determinados projetos ou estratégias ou adotar novas medidas para otimizar os negócios e trazer números mais positivos.

Ok, mas como eu descubro esse tal de ROI?

Para calcular o Retorno sobre Investimento é bem simples.

Você só precisa pegar o ganho obtido, subtrair pelo investimento e dividir o resultado, também, pelo investimento inicial. Acompanhe o exemplo para ficar mais claro:

ROI = (ganho obtido – valor do investimento inicial) / valor do investimento inicial

Suponhamos que você tenha feito um determinado investimento para captar potenciais clientes em uma feira de negócios de seu segmento por exemplo, e isso tenha custado R$ 3 mil.

Nesse evento você conquistou clientes que geraram um lucro de R$ 15 mil para a empresa. Neste caso, a “fórmula” seria:

 ROI = (15.000 – 3.000) / 3.000

ROI = 4

O valor do seu ROI é 4. O que significa que seu ganho foi quatro vezes maior que o seu investimento nesse evento.

Algumas pessoas preferem ver esse resultado em percentual porque o ROI não possui unidade de medida. Para tanto é só multiplicar o valor obtido na conta final do ROI por 100.

Logo, fica assim:

Porcentagem = ROI x 100

Porcentagem = 4×100

400%

Sua receita foi 400% maior que o investimento nessa ação e basicamente a partir desses resultados você consegue analisar se vale a pena continuar apostando nesse ou não nesse modelo de promoção.

Ao contrário de outras métricas, não existe um percentual exato que lhe ajude verificar se os seus resultados estão acima ou abaixo do que é esperado pelo segmento.

Os resultados podem variar de percentuais negativos ao infinito, o que nos leva a conclusão de que um resultado positivo já é bem visto porque já justifica o investimento.

É importante ressaltar que, no valor do investimento inicial, deve-se aplicar todos os tipos de gastos, até os mais aparentemente insignificantes, para a conta fechar corretamente.

Por que é tão importante assim calcular o ROI?

Uma palavrinha resume bem a importância do ROI: parâmetros. Talvez essa seja a melhor palavra para explicar a importância do cálculo do retorno sobre investimento.

Você consegue parametrizar os seus resultados e otimizar ainda mais sua gestão.

E por ser uma métrica que abrange todas as áreas da empresa, ela é a melhor opção para isso e quanto antes você entrar no modo de pensar do ROI, muito melhor para o seu negócio.

Pois, através dele você consegue:

  • Mapear quais são as principais fontes de obtenção de resultados positivos;
  • Mensurar o tempo de retorno dos investimentos;
  • Traçar melhores metas e planejamentos para cada ação baseados em resultados obtidos;
  • Otimizar o retorno dos lucros;
  • Identificar, principalmente, no caso de ações de marketing, os canais mais efetivos para investir.

E quando falamos que tudo pode ser medido por meio do ROI, não estamos exagerando, veja entre outros, alguns exemplos de perguntas que você pode se fazer sobre qualquer ação, projeto, investimento ou até mesmo contratação:

  • Qual o meu próprio ROI para a empresa?
  • Qual o ROI deste investimento que quero fazer?
  • Qual o ROI deste fornecedor (ou serviço) que quero contratar?
  • Qual o ROI deste novo funcionário que preciso para minha área?
  • Qual o ROI das ideias implantadas?

Resumindo o Retorno Sobre o Investimento de toda e qualquer ação precisa ser medido e analisado, sim.

Quais são as principais vantagens de calcular o ROI?

Com essa métrica, você consegue comprovar se o investimento realizado é viável. Se não for, a opção é deixar de fazer esses investimentos que em nada acrescentam a empresa e reduzir custos ao deixar de investir desnecessariamente em canais que não funcionam para o seu negócio.

Contudo, é importante ressaltar que algumas ações não vão necessariamente gerar lucro financeiro, mas benefícios intangíveis à empresa.

Exemplo disso são as ações de marketing usadas para fortalecer ou promover a marca, a satisfação dos colaboradores ao se implantar ações ambientais ou organizacionais, visando a melhoria do clima laboral, aumento da satisfação do cliente, etc.

Outro ponto interessante é que analisando o que não traz resultados é possível vislumbrar em quais ações investir.

É possível traçar novas estratégias para os canais que dão resultado e otimizar ainda mais o negócio para conquistar mais clientes e, consequentemente, aumentar o faturamento.

Outra possibilidade é a chance de se ser mais assertivo nas escolhas e priorizar ações que efetivamente ajudarão a empresa.

Por exemplo, nas famosas reuniões de “brainstorm”, muitas vezes sua equipe tem ideias boas, mas como priorizar e fazer uma boa gestão dessas sugestões?

Usando o ROI, claro, que irá servir tanto para garantir que a empresa não gaste desnecessariamente com ações que não gerarão resultados positivos, como parar de investir em ações que não estejam trazendo bons resultados para a organização.

Por isso, não tenha medo de se entregar ao lado ROI da gestão e aplique-o!

Marketing Nxfácil